2 de abr de 2014

Vida de estudante

O sábio Salomão já dizia há três mil anos: "não há limite para fazer livros, e o muito estudar é enfado da carne". De fato, ser um estudante de valor implica em estudar muito, o que requer tempo e disciplina. Mas é deveras gratificante o saber, o novo conhecimento e as experiências advindas dos estudos.

Existem estudantes de procedências e históricos variados: estudantes ricos e estudantes pobres, estudantes que sempre estudaram em escolas particulares e estudantes que sempre estudaram em escolas públicas, estudantes que sempre se alimentaram bem e estudantes que sempre comeram mal, estudantes com pais cultos e estudantes com pais com formação básica ou até mesmo analfabetos, estudantes com acesso a informação e estudantes com a informação apenas de sala de aula, estudantes que aprendem fácil e estudantes que mal aprendem, existem os estudiosos, os medianos e os ociosos.

Ser estudante também é pegar carona no carro da colega pra não chegar em casa molhado da chuva, é depender do cartão de estudante para o transporte coletivo, é ter que comer um salgadinho por não ter dinheiro para comprar um almoço, é ter que contar moedas para fazer apostilas e ainda assim diminuir o número de páginas por serem poucas as moedinhas. Ser estudante é ter que esperar por uma hora o transporte público, é ter que sair de casa enquanto ainda escuro, é não ter o lanche da manhã e estudar de estômago vazio. Vida de estudante é ter de tudo e é não ter quase nada, senão a vontade de estudar.

0 comentários: